domingo, 15 de setembro de 2013

a coreografia da impermanência.

Costumamos esquecer que não podemos impedir a mudança; tudo dança a coreografia sábia e implacável da impermanência. Mas a música daquilo que verdadeiramente nos toca com amor, não importa o quanto tudo mude - e tudo muda -, não deixa nunca mais de tocar e viver, de algum jeito, no nosso coração.


(Ana Jácomo)


Dizem que um dia tudo passa. Eu discordo. Algumas coisas nunca passam, não importam os anos, as pessoas e o rumo que sua vida toma. Existem sentimentos que você vai eternizar. Pessoas, que mesmo você não querendo de volta, serão especiais. Não importa o quanto te magoaram, você vai lembrar do quando isso te mudou, e vai agradecer pra sempre á isso. E quando alguém disser que seus olhos estão brilhando, ou te perguntarem porque está sorrindo sozinha, é provável que você não saiba o motivo... Mas já aviso de antemão, que é seu subconsciente te atormentando com a magia de sentimentos que você jura estarem apagados e não estão.
(Vallenttina)

2 comentários:

  1. Exatamente...existem coisas, momentos que jamais serão apagados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que verdadeiramente nos toca o coração, permanece... :)

      Excluir