segunda-feira, 30 de abril de 2012

Reflections of a Skyline



"... E de alguma forma, compartilhar um pouco do irresistível, imortal, poderoso, incondicional, envolvente, enriquecedor, agregador, atual, infinito, amor, que eu tenho por você." 


(Curta filmado sobre um telhado em Londres. Parte do filme "Crave" de Sarah Kane.)



encorajamento.



O que as criaturas desejam é encorajamento. Não se deve censurar sistematicamente os defeitos de alguém, mas apelar para suas virtudes. Ao tentar afastar uma alma do mal caminho, deve-se descobrir e fortalecer o melhor da sua índole, o lado bom que ainda não aflorou. A influência que o bom caráter exerce é contagiosa e pode revolucionar uma vida inteira... Todas as criaturas irradiam o que pensam e o que trazem no coração (...) Quem procura o mal, certamente o encontrará. Mas quando se procura o bem na esperança de encontrá-lo, logo o bem aparecerá...

(Eleanor H. Porter)

em harmonia com o nosso coração.



Chega um momento em que a gente se dá conta de que, às vezes, para sermos verdadeiros com nós mesmos, precisamos ter o desprendimento para abençoar as tentativas sem êxito, agradecer pelo o que cada uma nos ensinou, e seguir. De que, às vezes, para se reconstruir, é preciso demolir construções que, por mais atraentes que sejam, não são coerentes com a ideia da nossa vida. A gente se dá conta do quanto somos protegidos quando estamos em harmonia com o nosso coração. De que o nosso coração é essencialmente amoroso, o bordador capaz de tecer as belezas que se manifestam no território das formas. De que, sabedores ou não, é ele que tem as chaves para as portas que dão acesso aos jardins de Deus. E, vez ou outra, quando em plena comunhão criativa, entra lá, pega uma muda de planta e traz para fazê-la florescer no canteiro do mundo. ''

(Ana Jácomo)

o moço.



Ele parece que veio para amenizar
todo e qualquer peso
que ainda insistia em ser.
O moço é só leveza.

(Bibiana Benites)

domingo, 29 de abril de 2012

gosto.



Gosto da tua voz ao telefone, ao pé do ouvido. Gosto de cada bobagem que nos faz rir, do papo cabeça, da poesia inaugurando o dia, gosto dessas nossas sintonias.

(Marla de Queiroz)

ainda acredito.



Eu prefiro as pessoas que conseguem ver o lado claro das coisas mesmo que todo dia anoiteça. Gente que se abala com os fatos sim, mas que não quer derrubar a estrutura do outro só pra vê-lo no mesmo nível em que estão. Com o tempo a gente aprende que todos têm o ônus e o bônus, mas poucos conseguem carregar dores e doçuras sem despejar em ninguém suas amarguras. Eu ainda acredito mais em sonhadores incuráveis do que em caçadores de mágoas.

(Fernanda Gaona)

É o que tento dar às pessoas.



Não quero realismo. Eu quero magia. Sim, sim, magia. É o que tento dar às pessoas.

(Tenesse Williams in Um bonde chamado desejo)

sábado, 28 de abril de 2012

revolta e mansidão.



... Cada um de nós é este pouco e este muito,
esta bondade e esta maldade,
esta paz e esta guerra,
revolta e mansidão.

(José Saramago)

Desmediocrize sua vida.



"Desmediocrize sua vida. Procure seus "desaparecidos", resgate seus afetos.  Aprenda com quem tiver algo a ensinar, e ensine algo àqueles que estão engessados em suas teses de certo e errado. Troque experiências, troque risadas, troque carícias. Não é preciso chegar num momento limite para se dar conta disso. O enfrentamento das pequenas mortes que nos acontecem em vida já é o empurrão necessário. Morremos um pouco todos os dias, e todos os dias devemos procurar um final bonito antes de partir."

(Martha Medeiros)

te sinto em alguma parte.



Ele estava vivendo longe. Eu te sinto em alguma parte e não sei onde estás - conseguia ela pensar em palavras. Seu amor era tão fino que ela sorriu constrangida, atravessada por uma frígida sensação de existir. Parecia-lhe extremamente estranho que nessa mesma noite ele vivesse nesse mesmo mundo, que não estivessem juntos e ela não visse o que ele fazia, tão mais forte que a distância era o seu pensamento de amor. Amor era assim, não se compreendia a separação - concluía com docilidade.

(Renata Fagundes)

quarta-feira, 25 de abril de 2012

definição do amor.



Uma vez me falaram que amar é se jogar de um precipício sem saber se lá embaixo vai ter alguém para segurar a gente. Foi a melhor definição de amor que já ouvi.

(Clarissa Corrêa)

a felicidade brota.


Porque ela aprendeu com a vida que ser feliz é mais fácil, então ela não dá voz ao choro e aos maus pensamentos. Desobedece a tristeza dez vezes ao dia. E não pensa duas vezes antes de colocar um sorriso no rosto.
(Cris Carvalho)


Eu continuo plantando as sementes. É que eu prefiro acreditar que vem coisa boa lá na frente, que as lindezas vão florir. Que a felicidade vai brotar onde eu plantar.
(Monalisa Macedo)

a leitura.



"Um leitor vive mil vidas antes de morrer, o homem que nunca lê vive apenas uma." 

(George R. R Martin in As crônicas de gelo e fogo)

sobre o não mudar.



"Não pense que o mundo acaba
Ali onde a vista alcança
Quem não ouve a melodia
Acha maluco quem dança
Se você já me explicou
Agora muda de assunto
Hoje eu sei que mudar dói
Mas não mudar dói muito..."

(Oswaldo Montenegro)


segunda-feira, 16 de abril de 2012

te peço.



Eu só te peço uma coisa:
Pare de culpar a vida.
Pare de ter pena de você.
Se assuma. Se aceite.
Se culpe. Se estrepe. Se mate.
Mas se perdoe. Pelo amor de Deus, se perdoe.
Somos todos culpados, se quisermos.
Somos todos felizes, se deixarmos.

(Fernanda Mello)

um amor.



Que todo mundo tenha um amor quentinho. Descanso pro complicado do mundo. Surpresa pra rotina dos dias. A quem esperar. De quem sentir saudades. Um nome entre todos. O verso mais bonito. A música que não se esquece. O par pra toda dança. Por quem acordar. Com quem sonhar antes de dormir. Uma mão pra segurar, um ombro pra deitar, um abraço pra morar. Um tema pra toda história. Uma certeza pra toda dúvida. Janela acesa em noite escura. Cais onde aportar. Bonança, depois da tempestade. Uma vida costurar na sua, com o fio comprido do tempo.

(Briza Mulatinho)

domingo, 15 de abril de 2012

quem gosta de você.



Quem gosta de você vai te tratar bem. Quem gosta de você se importa, quer o melhor, te procura, te liga, te dá satisfação. Quem gosta quer estar junto. Quem gosta demonstra. Quem gosta faz planos. Quem gosta apresenta para a família e amigos. Quem gosta manda uma mensagem de bom dia, boa noite só pra falar que sente falta e está com saudade... Quem gosta carrega uma foto sua dentro da carteira pra ver quando dá saudade ou usa no celular como papel de parede. Quem gosta abraça na hora de dormir. Quem gosta dá um beijo de boa noite e de bom dia... Quem gosta aguenta suas reclamações, suas manhas e manias, você.

(Clarissa Corrêa)

mas amo.



(...) Mas amo, é o que importa.
Amo demais.
Sem discursos, sem frase de efeito,
sem irresponsabilidades.
Eu sei porque se não fosse tão forte
eu não ficaria sem palavras.

(Gabito Nunes)

um fim bonito.



Hoje eu não sinto mais saudade de você. Não estou dizendo essas palavras para te atingir, me vingar ou fingir que não estou mais nem aí. Só não sinto mais saudade de você. Antes aquela saudade me consumia, fazia meus olhos encherem de lágrimas, fazia meu coração tremer. Hoje tudo isso passou. Procuro no passado o que me fez te querer tanto. Não acho. Você continua bonito, engraçado e sedutor. Mas não vejo mais graça nisso tudo. Não me abalo mais com tanto poder de sedução. O encanto acabou, a magia se partiu, tudo ficou bem terminado aqui dentro. Isso antes me entristecia, hoje me deixa com olhar de paisagem. Não sinto nada. Nem seu cheiro sinto mais. Antes, fechava os olhos e conseguia sentir seu perfume. Passou. Meu Deus, eu achei que nunca ia passar! Pensei que meu sofrimento jamais teria fim. Mas teve. Um fim bonito. Um fim que não deixa nem saudade.

(Clarissa Corrêa)

meu silêncio.



Em certos dias meu próprio silêncio fica dizendo coisas que não quero ouvir.

(Clarissa Corrêa)

sexta-feira, 13 de abril de 2012

eu transbordo.



Gosto de pessoas e amores inteiros. Porque não sei me dar pela metade nem por partes. Eu transbordo.

(Clarissa Corrêa)

cair na vida de alguém.


Você está vendo só?
tão simples cair na vida de alguém
mesmo que seja de mansinho,
de pouquinho em pouquinho
até nos encontrarmos inteiros,
mergulhados, envolvidos,
na vida do outro

passa mais perto,
passa beirando meu abismo,
anda sobre a linha que nos divide,
é um risco assumido,
mas é o caminho que se percorre
para de leve, muito leve,
entrar na minha vida.
  
(Cáh Morandi)

Dia do beijo


13 de Abril - Dia do beijo: Vamos beijar muito, que é bom demais!


E a minha boca é o pretexto para o seu mais demorado beijo.
(Marla de Queiroz)

quinta-feira, 12 de abril de 2012

me dei conta de que estou vivo.


o que me interessa no amor.



O que me interessa no amor, não é apenas o que ele me dá,
mas principalmente, o que ele tira de mim:
a carência, a ilusão de autossuficiência,
a solidão maciça, a boemia exacerbada para suprir vazios.
Ele me tira essa disponibilidade eterna para qualquer um,
para qualquer coisa, a qualquer hora.
Ele apazigua o meu peito
com uma lista breve de prós e contras.
Mas me dá escolhas.
Eu me percebo transformada pelo que o amor
tirou de mim por precisar de espaço amplo
e bem cuidado para se instalar.
O amor tira de mim a armadura,
pois não consigo controlar a vulnerabilidade
que vem com ele; tira também a intransigência.
O amor me ensina a negociar os prazos,
a superar etapas, a confiar nos fatos.
O amor tira de mim a vontade de desistir com facilidade,
de ir embora antes de sentir vontade,
de abandonar sem saber por quê.
E é por isso que o amor me assombra
tanto quanto delicia.
Porque não posso virar as costas
pra uma mania quando ela vem
de uma pessoa inteira.
Porque eu não posso fingir que quero estar sozinha
quando o meu ser transborda companhia.
O amor me tira coisas que eu não gosto,
coisas que eu talvez gostasse,
mas me dá em dobro o que nunca tive:
um namoramento por ele mesmo.
O amor me tira aquilo que não serve mais
e que me compunha antes.
O amor tirou de mim tudo que era falta.
  
(Marla de Queiroz)

sentir diferente.



Sempre me achei diferente de todos. Não, eu não me sentia mais especial que o resto da humanidade. Me sinto diferente porque sempre senti diferente. Falo de intensidade e sensibilidade. Sofri um muito, aprendi em dobro. Descobri que a gente nunca deve insistir em quem só aprendeu a subtrair.

(Clarissa Corrêa)

quarta-feira, 11 de abril de 2012

o amor.


a melhor parte de mim.



A vida não é complicada e nem difícil, tudo depende de como a gente encara e se impõe. Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada. Não quero saber tudo e nem ser racional. Quero continuar mantendo o meu cérebro no lugar onde ele se encontra: meu coração. E essa é a melhor parte de mim.

(Clarissa Corrêa)

um dia vem.




Um dia você conhecerá um cara que te chamará de linda. Primeiro de linda, depois de gostosa. Mas não é aquele cara que só chama de gostosa, tesuda e só quer trepar com você. Eu estou falando de algo mais. Do que faz trepar e oi. Trepar e ficar. E ficar abraçado. E ficar conversando. E ficar sonhando junto. E ficar querendo ficar mais e mais. Um cara que queira você como você é. Que você não precise impressionar. Que seja inteligente. Educado. Delicado. Na medida certa. Nem mais, nem menos. Que entenda seus momentos de fúria. Que ache você bonita mesmo descabelada. E suada. Que respeite seus momentos de raiva. Que saiba a hora exata de se abaixar para não ser atingido com algum objeto pontiagudo ou cortante. Que se importe com você. Que não goste de discutir, mas que escute todas as baboseiras malucas que você está a fim de falar. Que não seja chinelão demais, mas que não seja engomadinho demais. Que seja lindo. E cheiroso. E gostoso. Que fale de você para a mãe dele. Que diga que vai proteger você de animais selvagens como lagartixa, barata e sapos. Que não tenha medo de dizer que tem medo de algumas coisas. Que não fique dando uma de machão, ele pode ser fraco com você. Pode pedir ajuda pra você. Pode pedir conselhos pra você. E você dará com o maior prazer. Um dia você conhecerá um cara que fará você acreditar que vale a pena o esforço. Vale a pena alguma lágrima que cai. Vale a pena esperar por ele. Vale a pena sonhar, acordada ou não, com ele e com tudo que virá e com a forma que você quer que tudo seja. Aquele cara que conhece você. Que admira você. Que respeita você. Que tem intimidade com você. Liberdade. Que vai achar você linda mesmo que você não tenha passado um rímel sequer. Que você se sente à vontade pra andar na rua de qualquer jeito, nem que seja de calça jeans e havaianas e mesmo assim você estará a mulher mais maravilhosa do mundo. Que você não sinta vergonha de dizer “eu não sei”, pois ele vai te explicar o que você não sabe. Que ri dos seus risos. É solidário com seus receios. Que acha você idiota nos devaneios românticos. E que gosta da sua idiotice. E que gosta de você, mesmo você sendo uma grande chata de vez em quando. Que queira escutar as batidas que o seu coração dá. E queira andar com você de mãos dadas por aí… Pra qualquer lugar. 

(Clarissa Corrêa)

terça-feira, 10 de abril de 2012

um pedido.


Nem sempre a minha boca consegue dizer para você o que quero, ainda bem que tenho dedos. Se o gênio da lâmpada aparecesse pra mim e dissesse que só posso fazer um pedido pra minha vida, presta atenção, seria esse: nunca me perder de você. Porque nem sempre eu sei pra onde ir, mas sempre, sempre mesmo sei pra onde eu quero voltar.


O amor é você perceber que não anda mais sozinho. Que tem alguém pra abraçar quando o mundo está grande demais.

(Clarissa Corrêa)

quando você ama.


domingo, 8 de abril de 2012

só a gente.


Grande parte das nossas frustrações acontecem quando a gente espera que o outro tenha as mesmas atitudes que nós teríamos em determinada situação. Mas o outro é somente o outro. Ninguém é igual a ninguém. E nunca será. E pra nos ajudar a sair do fundo do poço, porão ou subsolo… só a gente mesmo. O outro, por mais que te ame e queira teu bem, não pode fazer isso por ti.

(Clarissa Corrêa)

Sobre o depois.


o meu ser quando está com o teu.


Eles se entendem no olhar e
se completam num abraço.
Bem onde as palavras
não encontram lugar,
acontece o elo, a sintonia
do meu ser quando está com o teu.
Desse sentir tão nosso,
tão doce, tão... tão.

(Bibiana Benites)


E acima de todas as pessoas do mundo está você,
que eu não comparo com ninguém.

(Clarice Lispector)

Namoramar



Namoramar para seguir de mãos dadas
e projetar no futuro o presente.
Namoramar para se sentir acompanhada
mesmo quando o outro está ausente.
Namoramar para encontrar no amor sua casa.
Namoramar para ter em si o aconchego que é estar
tão na-morada.


(Namoramar para desenhar sentido na rotina e
descobrir no verso seu inverso ou sua rima).

(Marla de Queiroz)

o momento embrulhado pra presente.



Estive pensando nesse mistério lindo
que você é para alguém e alguém é para você
ou que ainda serão um para o outro.
Nessa oportunidade preciosa
dos encontros que nos fazem crescer
no amor com o tempero bom da ludicidade.
Nesse clima de passeio noturno
em pracinha de cidade pequena.
Nessa paz que convida o coração
pra recostar e repousar cansaços.
Nesse lume capaz de clarear
um quarteirão inteirinho da alma.
Nesse abraço com braços
que começam dentro da gente.
Nessa vontade de deixar o mundo
todo pra depois só para saborear
cada milímetro do momento
embrulhado pra presente."
  
(Ana Jácomo)

quinta-feira, 5 de abril de 2012

a sabedoria da alma.



A alma é sábia: enquanto achamos que só existe dor, ela trabalha, em silêncio, para tecer o momento novo. E ele chega.
(Ana Jácomo)

de tanto treinar.



Eu treinei viver sem você, eu treinei porque você sempre achou um absurdo o tanto que eu precisava de você para estar feliz. De tanto treinar acostumei.

(Tati Bernardi)


a grandeza do mundo.


A beleza do mundo está nas coisas mínimas. A grandeza do mundo está dentro de mim.
(Libério Neves)


 Vai sem direção
Vai ser livre
A tristeza não
Não resiste
Solte seus cabelos ao vento
Não olhe pra trás
Ouça o barulhinho que o tempo
No seu peito faz
Faça sua dor dançar
Atenção para escutar
Esse movimento que traz paz
Cada folha que cair
Cada nuvem que passar
Ouve a terra respirar
Pelas portas e janelas das casas
Atenção para escutar
O que você quer saber de verdade.
(Arnaldo Antunes)